+5545998463858
contato@domiciliado.com.br

Consulta de Dados com aviso em Tempo Real

Adequando Empresas para a Lei LGPD.

Consulta de Dados com aviso em Tempo Real

O Sistema Domiciliado oferece para Usuários e Empresas um canal de comunicação que se cria no ato da consulta do CPF. Ao consultar um CPF para checagem de dados, as empresas são obrigadas a detalhar o motivo da checagem.

O detalhe é enviado para o supervisório do Usuário em tempo real e em breve será enviado via Aplicativo alertas de checagem, dando ao usuário uma forma de replicar esta consulta.

Promoverá assim,  para as empresas,  a segurança na transação on-line onde em caso de futuramente precisar protestar o CPF, a pessoa não terá como dizer que não foi ela quem efetuou a compra ou contratou o serviço,  pois ela foi avisada com detalhes no ato da checagem de dados.

As empresas podem no ato da consulta ligar para os contatos que foram cadastrados pelo usuário no sistema, enviando mensagens via sms ou por app whatsapp.

O Sistema Domiciliado possibilita à empresa uma série de opções para informar ou consultar o cidadão sobre a transação on-line, situação não viável hoje por motivo de não haver um local com informações precisas, pois nos bancos de dados que existem hoje, as informações são postas lá sem um vínculo de responsabilidade.

Após uma compra, pessoas mal-intencionadas desaparecem sem deixar rastro e ainda percebemos que os envios de correspondências para endereços errados, provam a ineficiência das formas de consultar dados.

Vale ressaltar ainda que no Sistema Domiciliado, além do estado ficar como fiador das informações prestadas no sistema pelo próprio interessado, ainda temos formas de verificar se estas são realmente verdadeiras.

Será ainda possível uma empresa encontrar seus devedores para sejam enviadas intimações judiciais ou até mesmo para reaverem bens.  O Sistema Domiciliado oferece para as empresas uma lista de possíveis referências e isso é muito importante porque se o cidadão passar dois ou três contatos de referências, qual seria a responsabilidade destes de falar a verdade?

Ainda pelo princípio da legalidade previsto na Constituição de 1988 diz que ninguém é obrigado a gerar prova contra si. No caso de passar contatos de referências ou foi ensaiado uma forma de falar bem do cidadão ou não passaria o contato de alguém que falaria mal dele, (ou falar a verdade).

Com uma lista de moradores cadastrados no mesmo endereço, as empresas podem escolher para quem ligar e ainda saber se realmente o cidadão mora no endereço descrito.

Por tudo isso, o “Sistema de Segurança Digital Domiciliado”

convida sua empresa a usufruir de tecnologias de ponta e com responsabilidade.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *